Cajazeiras-PB, 12/12/2017
HOME » PARAÍBA » Homem transforma pote em geladeira no sertão paraibano

Homem transforma pote em geladeira no sertão paraibano

pote-geladeira_451x600

Conhecido como vaso de barro, com diferentes formas e /ou dimensões, e que já foi muito utilizado, sobretudo, no Nordeste do Brasil, mas que está quase em desuso, o velho pote de colocar água de beber poderá voltar a ser usado mais intensamente, principalmente, no Sertão da Paraíba.

É que depois de refletir durante 30 dias, o pintor da cidade de São Bento-PB, José Bezerra da Silva, mais conhecido por João Pintor, que trabalha há 10 anos no ramo de refrigeração e pintura, desenvolveu um sistema de refrigeração de água, a partir de um pote.

Seu João disse que foi chamado até de doido por muita gente e pela própria esposa, quando mencionou a idéia de transformar um pote em geladeira. Mas ele reagiu, dizendo que doido não era e que iria continuar pensando em colocar a proposta em prática. E conseguiu.

De acordo com o inventor sertanejo, os equipamentos adaptados ao pote são, basicamente, os mesmos de uma geladeira normal, a exemplo de serpentina, compressor, termostato, dentre outros.

O pote-geladeira já está em pleno funcionamento, inclusive, sendo utilizado na oficina do autor da máquina. João disse que o instrumento deu tão certo, que já tem até encomenda pra fazer mais três, ao preço de R$ 500,00 cada um.

Em pesquisa na Internet, o inventor da nova forma de gelar água revelou que não encontrou nada parecido com a sua descoberta, e acredita que o produto vai se tornar conhecido na Paraíba e no resto do país, pois as pessoas que encomendaram os novos aparelhos pertencem às classes média e alta de São Bento, o que lhe trouxe boas expectativas.

FOLHA DO SERTÃO

SOBRE Christiano Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *