Homem é assassinado a tiros próximo ao CAIC, na zona norte de Cajazeiras


O delegado do Grupo Tático Especial da Policia de Cajazeiras, Braz Morroni, falou com exclusividade ao Diário do Sertão sobre o homicídio registrado na manhã desta quinta-feira (6)  que teve como vítima fatal o popular Ronivon Souza dos Santos. Segundo o delegado, foram  realizados os primeiros levantamentos e coleta de informações, sendo que as investigações partirão do princípio de possível envolvimento com o trafico de drogas na cidade.

Braz Morroni informou que a vítima era alvo de outras investigações do GTE por possível participação no trafico ilícito de entorpecentes.

homicidio-2

Tiros atingiram um veiculo que estava no local

Acerto
O delegado não excluiu a possibilidade de acerto de contas, dado o possível envolvimento do popular no tráfico ilegal de drogas.

“Esse meio tem cobrança, que é um crime que gera outro, então a gente parte também dessa linha”, explicou Braz Morroni.

O crime
Quando perguntado sobre o possível tipo de arma utilizada no homicídio, o delegado disse que a princípio não tem propriedade para falar sobre o calibre, porém a perícia recolheu os projéteis encontrados no local para a realização de exames, e somente depois poderá revelar o real calibre da arma
utilizada.

Acusado
Ele disse que ainda está investigando a autoria do crime: “A partir do momento que colhemos as primeiras informações, a gente vai cair em campo para identificar os autores ou o autor”.

Mais
O popular Ronivon Souza dos Santos, que foi alvejado à bala nesta manhã de quinta-feira (6), não resistiu aos ferimentos e faleceu no Hospital Regional de Cajazeiras.

Ele sofreu vários tiros, foi socorrido para o HRC, encaminhado para a tomografia, porém ao retornar entrou em parada cardíaca e mesmo após tentativas de reanimação não resistiu e foi a óbito.

1homicdiocajazeiras

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *