Historiador campinense revela exigências de Cássio para manutenção de aliança com RC

AM3 – 250×250

cassio-ricardo-rindo

Em entrevista na manhã desta terça-feira, 5, ao programa Correio da Manhã, apresentado por Morib Macedo e Carlos Sousa, o escritor e historiador Josué Sylvestre, que acompanha a política de Campina Grande há quase 50 anos, apostou que o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) não será candidato nas eleições de 2014.

“O apoio de Cássio a Ricardo Coutinho depende apenas do cumprimento de um acordo, que é a indicação da vice e da vaga de senador para o grupo de Cássio. Ele só será candidato a governador se houver um vacilo de Ricardo Coutinho nessa relação. Não me parece que Ricardo vá endurecer”, disse.

Josué acrescentou que “o vice da preferência de Cássio é Rômulo Gouveia, mas ele decidiu que só será candidato na majoritária se for ao Senado, então Cássio precisa encontrar outros nomes para a vice. Esses dias inclusive tive uma conversa longa com Rômulo sobre esse assunto e ele acha que o PSDB indicará o vice de Ricardo Coutinho”, afirmou.

Josué enfatizou, no entanto, que é impossível o vice de Ricardo Coutinho ser Ronaldo Filho ou outro membro da família Cunha Lima, porque deixaria Cássio impedido de disputar o governo em 2018.

Ele também acredita que as eleições nacionais não influenciarão nas composições na Paraíba. “Cada estado tem uma realidade diferente”, pontuou.

PBAGORA
ELIANE BANDEIRA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.