Famílias de bebês com microcefalia ganham kits para tratamento na Paraíba


zika_birth_defects_felipe_dana_ap

As mães e famílias de bebês com a síndrome congênita do vírus da Zika e outras deficiências, de Campina Grande, no Agreste da Paraíba vão receber kits multissensoriais para a estimulação dos bebês nesta quinta-feira (17). A entrega vai ser feita pela Unicef, como parte das atividades do projeto “Redes de Inclusão”. A proposta é que, com os kits, as famílias consigam complementar o tratamento em casa.

Durante o evento, que começa a partir das 9h, no Clube Campestre, as mães vão participar de uma formação para aprender a utilizar cada objeto. A maioria dos bebês contemplados já participa do projeto há alguns meses no Hospital D. Pedro I. Em Campina Grande118 famílias são atendidas.

Entre os itens do kit estão tapete, rolo, placa de listas, lanternas, bolas e copos coloridos, esponjas, chocalho, colher, pulseira e móbile. Todos os itens são especiais e foram projetados para estimular o desenvolvimento motor, áudio, visual, tátil e estimular a musculatura do corpo.

Além da entrega dos kits, o evento vai marcar a instalação do Comitê Intersetorial do Redes de Inclusão em Campina Grande e a colocação da pedra fundamental do Centro de Pesquisa e Atendimento às mulheres gestantes, famílias e cuidadores de crianças com a síndrome congênita do vírus da Zika e outras deficiências.

Segundo a assessoria a Unicef, durante o evento, que deve se estender até a sexta-feira (18), também vão ser debatidos os avanços em relação ao tratamento das crianças e estudos sobre a relação do vírus com a síndrome.

Número de casos
Até outubro deste ano, foram notificados 10.039 casos da doença, segundo as definições do Protocolo de vigilância do Ministério da Saúde. Desses, 2.106 casos foram confirmados para microcefalia e/ou alteração sugestivos da infecção congênita e 4.842 descartados. Continuam em investigação 3.091 casos.

O Estado da Paraíba é o terceiro no País com o maior número de casos confirmados (184 crianças). No Estado, continuam em investigação 180 casos, de um total de 922 casos notificados. Foram notificados 27 óbitos na Paraíba, sendo 18 confirmados em consequência da microcefalia.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *