Cajazeiras-PB, 21/10/2017

Fábrica produz 15 mil hóstias por dia para a Diocese de Cajazeiras

A principal fornecedora de hóstias para as paróquias da Diocese de Cajazeiras é a fábrica mantida pela Congregação das Irmãs Missionárias Carmelitas. De acordo com a irmã Isabel Neta, cerca de 15 mil partículas de hóstias são produzidas por dia na fábrica.

As hóstias passam por um processo rigoroso na fabricação e na escolha das melhores partículas para serem distribuídas nas paróquias, onde serão consagradas com o Corpo de Cristo (a bênção), segundo os rituais litúrgicos da Igreja Católica.

As irmãs carmelitas receberam a reportagem da TV Diário do Sertão e mostraram com exclusividade o processo.

A hóstia na liturgia católica

Seguindo o exemplo de Cristo, a Igreja utilizou sempre o pão e o vinho com água para celebrar a Ceia do Senhor. O pão para celebrar a Eucaristia deve ser só de trigo, confeccionado recentemente e, segundo a antiga tradição da Igreja latina, pão ázimo.

A natureza de sinal exige que a matéria da Eucaristia tenha o aspecto de autêntico alimento. Convém, portanto, que o pão eucarístico, embora ázimo e apresentando a forma tradicional, seja confeccionado de modo que o sacerdote, na Missa com participação do povo, possa realmente partir a hóstia em várias partes e distribuí-las pelo menos a alguns dos fiéis.

SOBRE Diário do Sertão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *