Cajazeiras-PB, 11/12/2017
HOME » PARAÍBA » Deputados aprovam LOA e Ricardo Marcelo decreta recesso na Assembleia
Matéria foi aprovada após vários dias de espera e muita polêmica no Legislativo Estadual

Deputados aprovam LOA e Ricardo Marcelo decreta recesso na Assembleia

Matéria foi aprovada após vários dias de espera e muita polêmica no Legislativo Estadual
Matéria foi aprovada após vários dias de espera e muita polêmica no Legislativo Estadual
Após vários dias de espera e muita polêmica, os deputados estaduais aprovaram por consenso, nesta quarta-feira (22), a Lei Orçamentária Anual (LOA). Terminada  a votação da matéria o presidente da Casa Ricardo Marcelo decretou o recesso parlamentar com retorno no dia 4 de fevereiro.

“Acho que fizemos o nosso papel e cumprimos com o nosso dever sem se agachar com total independência e fizemos um bom trabalho”, declarou Ricardo Marcelo ao agradecer ao empenho da comissão de orçamento.

Ricardo disse ainda que para se chegar a aprovação da matéria chegou a acontecer muitas discussões desnecessárias e infrutífera mas a Assembleia da Paraíba deu a satisfação plausível que a população queria.

A parte mais polêmica durante a votação da LOA aconteceu durante a votação da diz respeito a emenda dos que diminuiria dos repasses orçamentários da Defensoria Pública. O deputado Carlos Dunga, que afirma ser da bancada do governo, subiu á tribuna e disse que não ficaria contra a sua classe.

“Eu quero votar a favor do defensor público e nada mais”, disparou Dunga que foi aparteado por outros companheiros, principalmente de oposição.

Já o líder do governo Hervázio Bezerra disse que o orçamento não é impositivo e mesmo a emenda sendo aprovada gestão poderá não cumprir a sugestão se não tiver caixa para isso.

“Pode ganhar e não levar”, disse o socialista garantindo que nunca quis ser contra os defensores públicos.

No final emenda da Defensoria acabou sendo aprovada por um placar 21 votos.

A discussão sobre a emenda que travou por vários dias o recesso parlamentar começou na reunião da Comissão de Orçamento que antecedeu a sessão extraordinária. Na reunião da comissão, os parlamentares aprovaram por 5 votos a 1 o relatório do deputado Caio Roberto, demonstrando vantagem para dos defensores.

Ainda na reunião da Comissão de Orçamento os opositores fizeram várias criticas ao governo do Estado. Toinho do Sopão lembrou do fato da administração estadual acusar os opositores de atrasar a aprovação da matéria.

“Isso não é verdade. Estamos fazendo o processo de votação da lei. Não estamos atrasando. Estamos votando. Não venha o governo dizer que estamos atrasando porque a coisa veio errada de lá”, disparou.

Outro que fez um discurso bastante duro foi o peemedebista Trócolli Júnior.

“Há muito tempo essa casa deixou de ser um anexo do Palácio da Redenção”, disparou Trócolli ao afirmar que a aprovação do relatório de Caio Roberto garante a segurança do funcionalismo público.

Voto de Minerva – O presidente da Casa teve que dar Voto de Minerva a uma emenda da comissão de Meio Ambiente após a votação acabar empatada em 17 a 17. Ricardo Marcelo votou pelo recurso da comissão.

MAISPB

SOBRE Christiano Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *