Cajazeiras/PB, 08/12/2016

Cajazeiras gerou 183 empregos entre os meses de janeiro e agosto de 2016

Apesar da crise econômica que se abateu sobre o país, gerando recessão e, consequentemente, desemprego, o saldo ao que se refere os empregos e exonerações ainda é positivo, segundo dados da Delegacia Regional da Paraíba, do Ministério do Trabalho e, repassada pelo chefe da agência local, Arcanjo Filho. Nesse período foram admitidos pelas empresas em Cajazeiras, 1.147 trabalhadores e demitidas 964 pessoas, um saldo de 183 operários.

Nesse mesmo período, os meses que registraram números negativos quando ocorreram mais demissões que admissões foram Maio, com 125 contratados e 127 demitidos e Julho que registrou 145 admissões e o mesmo número de demissões, sendo, portanto o pior mês do período.

O melhor resultado foi alcançado no mês de Janeiro, quando foram admitidas 192 pessoas, com apenas 132 demissões, um saldo positivo de 60 empregos. Em seguida vem o mês de Abril com 145 contratações e 102 demissões, saldo 43 trabalhadores empregados. Se o mês de Julho apresentou um saldo negativo foi de 28 demissões, em Agosto mostrou saldo positivo de 42 funcionários empregados.

Em Fevereiro o saldo positivo entre admissões e demissões foi de 18 empregos. Em Março os números caíram para 30, em Abril 43. Em Maio o saldo negativo era de 2 empregos a menos; em Julho foram gerados 20 empregos; no mês de Julho o saldo negativo foi de 28 e em Agosto a economia recuperou-se e o saldo foi de 42 pessoas admitidas.

carteiras-de-trabalho_800x467

SOBRE Gazeta do Alto Piranhas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *