As vantagens de consumir produtos feitos com o leite de cabra


Maior digestibilidade e menor percentual de gordura – essas características podem ser encontradas em queijos, iogurtes, bebidas lácteas e sorvetes feitos com leite de cabra. Trata-se de um produto que mobiliza uma cadeia de 18 mil produtores e gera uma produção de 35 milhões de litros por ano no País.

Por ter melhor digestibilidade que o leite bovino, costuma ser indicado por médicos e nutricionistas para públicos específicos, como pessoas com intolerância ao leite de vaca, crianças, idosos ou simplesmente para aqueles que desejam um produto com menor percentual de gordura e a transição para uma alimentação mais saudável.

Nos últimos anos, o potencial dessas propriedades ganhou um reforço: a linha de pesquisa e desenvolvimento de produtos derivados do leite de cabra com características funcionais benéficas à saúde humana.

Projeto Social

Num período de grande seca (1989-1993), a pobreza, a miséria e o alto índice de mortalidade infantil se alastravam em grande parte da Zona Norte do Estado do ceará, onde se localiza o município de Sobral. Algumas providências foram tomadas e, como campanhas de ajuda, cestas básicas e sopas. O Padre João Batista Frota, à frente da Paróquia de Nossa Senhora do Patrocínio, iniciou um trabalho nas comunidades de Sobral e zona rural.

Diante do quadro de necessidade, ficou decidido pelas famílias carentes que a cabra seria o meio mais propenso de combate à fome e à desnutrição no Semiárido sobralense.

Partindo deste princípio, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) doou alguns animais à Paróquia do Patrocínio e, em julho de 1993, surgiu o Projeto Cabra Nossa de Cada Dia.

Os Objetivos eram proporcionar melhor qualidade de vida às famílias carentes, assegurando alimentação de qualidade para crianças e idosos; reduzir o índice da mortalidade infantil; e incentivar o desenvolvimento socioeconômico e o espírito comunitário e crítico, transformando a mentalidade de uma religião, para que possa revigorar a fé, a justiça e também o amor no ser humano.

Premiação

Projeto Cabra Nossa de Cada Dia já foi reconhecido nacionalmente, em 2011, em Brasília, na cerimônia de entregas do Prêmio do ODM. Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) foram definidos Organização das Nações Unidas (ONU) com base em compromissos assumidos em grandes conferências mundiais realizadas na década de 1990, que debateram temas como desenvolvimento social, meio ambiente, gênero, direitos humanos e população. Receberam o Prêmio o coordenador geral do Cabra Nossa, Jorge Luís e o coordenador de comunidades do Cabra Nossa da Serra do Rosário, Antônio Mateus.

A cerimônia aconteceu no Palácio do Planalto, com a presença da então presidente Dilma Rousseff, e em seguida no Palácio do Itamaraty, com o ministro secretário geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho. O Cabra Nossa recebeu uma placa de certificação por estar entre os 50 melhores Projetos em todo Brasil, das mãos da embaixadora do Itamaraty, Vera Lúcia Machado.

Dos 1.638 Projetos inscritos, o Cabra Nossa ficou entre os 50, concorrendo em dois dos oito objetivos do ODM: acabar com a fome e a miséria e reduzir a mortalidade infantil.

Como funciona

É feita uma avaliação da carência da família pelos coordenadores de comunidades e é repassada uma cabra fêmea, de preferência prenha. É assinado um termo de compromisso pela família com o Projeto. A família terá um compromisso de, em até dois anos, devolver duas crias fêmeas ao Projeto. A ideia da devolução das crias fêmeas ao Projeto é torná-las matrizes e dar continuidade ao rebanho para possíveis doações.

queijo-cabra_800x532

Previous [FRASSALES CARTAXO] O voo inaugural
Next Confusão mobiliza 8 viaturas policiais e Samu em restaurante de luxo em Cajazeiras

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *