Albergado que era o ‘Terror de Cajazeiras’ se diz recuperado do mundo do crime


Há poucos meses atrás era comum ver o nome “Danilinho” nos noticiários policiais de Cajazeiras. De tanto se envolver com crimes, principalmente assaltos, o jovem, hoje com 22 anos, se tornou o terror da cidade. Contudo, bastou dar a ele uma chance de se reabilitar, e uma transformação começou a acontecer.

“Eu precisava de uma oportunidade. Tive uma oportunidade e vou aproveitar. Você com um emprego melhora mais as coisas. Você ‘entrete’ sua mente, vai conseguir seu dinheiro suado, porque muitas vezes quando o dinheiro vem fácil demais, vai fácil”, relata.

Há cinco  meses, Roberto Monteiro da Silva, que ficou conhecido no mundo do crime como “Danilinho”, agarrou a oportunidade que a Prefeitura de Cajazeiras lhe deu. Hoje, trabalha no setor de limpeza pública e se diz recuperado.

“Essa vida é dois caminhos. Eu vivia nela, mas já sabia como era, por isso entreguei minha vida a Jesus”, diz.

Danilinho ainda cumpre pena por assalto, mas o regime é de albergue, permitindo-o, portanto, que trabalhe durante o dia. Ele afirma que ter um emprego é um sonho realizado. O outro, é cumprir a pena. “Eu estou albergado, mas logo, logo, vou vencer.”

Aos jovens que estão envolvidos no mundo das drogas e do crime, Danilinho deixa um recado: “Essa vida não tem futuro, é só cadeia e morte. Tem que caçar um rumo de vida, arrumar um emprego e fazer uma família, seguir a vida que Deus dá. Existe saída, mas para isso tem que botar a mente para funcionar, senão acaba no mundo das drogas, no mundo que é só sofrimento.”

danilinho

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *