A Faisqueira do Gazeta


Fogo amigo  O vereador Jucinério Felix, reeleito, estaria sendo o mais cotado para assumir a secretaria de Promoção Social da Prefeitura de Cajazeiras, mas entre alguns “amigos” do próprio grupo estaria acontecendo um movimento para “queimar” o seu nome. As razões já teriam chegado aos ouvidos de Zé. Talvez alguém que esteja de olho na Promoção Social…

Nome em alta  O nome mais cotada desta semana para assumir a Secretaria de Educação é a da Professora Teresa Cristina. Continuam no páreo: os professores Chagas Amaro e Gerlane Moura. O “ungido” terá pela frente um grande desafio: colocar Cajazeiras no “top” para justificar o slogan: “de a cidade que ensinou a Paraíba a ler”.

Sem dúvidas  Quem tinha dúvidas quem seria o novo secretário das finanças, depois da primeira reunião da comissão de transição, acabou. Será mesmo Jesus Maurera, fiel e antigo colaborador e da mais absoluta confiança do prefeito Zé Aldemir.

Demissão  Depois que o radialista Jarismar Pereira foi demitido da gerência da sucursal de Cajazeiras, do Jornal A União, cujo ato teria sido exclusivo da lavra do governador Ricardo Coutinho e que não teria consultado ninguém para assiná-lo, o nome dele passou a figurar como um dos mais fortes para assumir a Secretaria de Comunicação do governo de Zé.

Caminho das pedras  O prefeito eleito de Cajazeiras, Zé Aldemir, conhece muito bem os caminhos que levam a Brasília e sabe onde está a sua mina de ouro. Não se sabe, porém, com que rapidez as pepitas de ouro chegaram aos cofres do município.

Republicana  Na História recente do município de Cajazeiras, pela primeira vez, tudo leva a crer que a transição de governo vai ser feita dentro do que determina a legislação e será processada da forma mais Republicana possível. A primeira reunião da Comissão de Transição já demonstrou isto pela cordialidade dos seus membros.

 Republicana  Por sinal, logo depois da eleição, a prefeita Denise amanheceu o dia na prefeitura e quando viu que alguns de seus secretários não estavam trabalhando, convocou-os e passou o seguinte recado: quem não quiser trabalhar até o dia 31 de dezembro, peça demissão e pegue o beco.

Republicana  A prefeita determinou também que todos os serviços essenciais e de manutenção fossem realizados e que se vigiasse para não ocorrer o que a história registra: documentos, móveis e equipamentos desaparecidos e veículos depenados e outros com areia no radiador no lugar de água. Até hoje ninguém foi punido.

O senador Deca  Cássio deve ter se arrependido duas vezes de ter se licenciado por 120 dias do mandato de senador para dar lugar ao seu primeiro suplente, Deca do Atacadão. Afeito a trabalhar mais de 18 horas por dia, incluindo domingos e feriados e não deu outra: levou esta disposição para o seu gabinete no senado.

O Senador Deca  Nestes poucos dias “roubou a cena” e mostrou ter desenvoltura e jogo de cintura abrindo as portas de seu gabinete e visitando as bases para ouvir e encaminhar soluções. Talvez, diante destes fatos, na última quarta-feira, Cássio participou de uma audiência com o Ministro das cidades com os prefeitos de Campina Grande e João Pessoa. O bom é que a Paraíba tem agora quatro senadores. Cássio, muito esperto, corre atrás de visibilidade, para evitar “esquecimento”.

 Denúncia grave  Uma mulher, debulhada em lágrimas, na Praça da Telpa, comentava que estava com uma filha presa, por ter levado drogas para o esposo que também estava preso por ser usuário e denunciou que no lugarejo aonde reside, existe quatro “pontos de vendas de drogas”. Sendo verdade, um cidadão comentou: “virou uma favela carioca”. Só faltou dizer que haveria proteção da policia para os traficantes.

jucineriofelix_19_05

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *