A Faisqueira do Gazeta


Dia D  De hoje, dia 05 de agosto, não passa para a cidade de Cajazeiras tomar conhecimento quem será o candidato a vice-prefeito de Cajazeiras, na chapa da situação. Esta expectativa está muito parecida com a escolha ocorrida em 2000, quando o Padre Francivaldo foi o “ungido” para ser o vice de Carlos Antonio, faltando apenas dez minutos para o término da convenção.

Dia D  O mesmo fato está ocorrendo nos intestinos das oposições, que já tem José Aldemir como candidato a prefeito e tem tido dificuldades de conquistar um nome, dentre os partidos coligados, para ser seu candidato a vice-prefeito.

Nó de porco  durante toda a semana nunca na História política de Cajazeiras, durante o processo de escolha dos candidatos a prefeito, se “conspirou” tanto. A cada hora se divulgava uma noticia diferente e as “misturas” entre os possíveis candidatos a prefeito eram tantas que deixava o eleitorado meio abilolado.

Conspirações   Conversas de mesa de bar, coisa de bêbado, profetizavam: Jeová será o candidato do PSB com apoio de Zé Aldemir; Júnior Araújo substituirá Denise com o apoio do PMDB de Adjamilton Pereira e Vituriano. Mistura altamente explosiva.

Visitas o ex-prefeito Carlos Antonio tem feito visitas constantes, em diversas localidades do município de Cajazeiras e na maioria delas com Júnior Araújo debaixo do braço. Não se sabe se já fazendo a campanha para deputado estadual em 2018, ou se precavendo para um plano “B”, tendo Júnior como candidato a prefeito de Cajazeiras.

Imprevisível  o ex-prefeito de Cajazeiras, Carlos Antonio se   reuniu com os sete vereadores da base da prefeita Denise, que não querem se coligar com os três  do PSB e um do PDT, para encontrar uma solução para o impasse. os debates pegaram fogo, além de ameaças de retiradas de candidaturas, caso fosse formado o “chapão”.

Imprevisível  Nem mesmo os argumentos apresentados por Carlos Antonio de que havia um interesse do governador Ricardo Coutinho e poderia “prejudicar” a eleição de Denise, demoveram o grupo de assimilar a mensagem e no calor do debate, Carlos teria dito: minha gente o juízo de Ricardo é nos pés”.

Imprevisível  Falou a voz da experiência e do conhecimento, porque Ricardo pra tomar uma atitude considerada “louca”, daqui pra ali é num segundo, mesmo se for pra lhe causar prejuízo político. As decisões foram adiadas e não se sabe a que ponto chegarão.

 Solução  O vereador Nilson Lopes Meireles está sendo apontado como solução para o impasse para a formação do chapão com os candidatos a vereadores com sua indicação para candidato a vice de Denise. Uma luz no fim do túnel para buscar a pacificação.

Tocando fogo  Enquanto alguns aliados de Denise jogam água no “incêndio”, outros jogam querosene e querem ver mesmo o circo pegar fogo. E como foco principal do incêndio é entre Ricardo e Júnior Araújo, aí sim que a quantidade de querosene é bem maior. Quais as proporções que este incêndio vai tomar só depois das convenções.

Tocando fogo Quem são os incendiários? Sabe-se apenas que o governador Ricardo é extremamente informado do que acontece em Cajazeiras e tudo leva a crer que as postagens pra ele são nitroglicerina pura, o que o tornaria irritado e magoado. O mundo da política é realmente forjado num terreno movediço, quando você menos espera está atolado até o pescoço.

denise-rc-carlos

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *