Cajazeiras-PB, 22/10/2017

[2004] Prefeito Sousa Bandeira morre em acidente de carro

acidente-sousa-bandeira_800x529

O pequeno município de Cachoeira dos Índios, a aproximadamente 20 km de Cajazeiras, tem tido um destino trágico, nos últimos meses. Há menos de um ano da morte do vice-prefeito Francisco de Sousa Leite(Chico de Lino), vítima de um grave acidente automobilístico, em junho do ano passado, agora, perde o prefeito José de Sousa Bandeira, que também morreu de acidente de trânsito, na última quarta-feira, 31, quando viajava com destino a João Pessoa.

O acidente aconteceu às nove horas da manhã, na alça sudoeste da BR-230, em Campina Grande. O carro S-10 que conduzia o prefeito de Cachoeira dos Índios, saiu da pista e capotou violentamente três vezes, ficando muito estragado. Segundo informações do motorista, o acidente foi provocado por um chevette que atravessou na pista.

O prefeito Sousa Bandeira morreu no local. Ele tinha 66 anos, era casado com a Senhora Alzira Leite Bandeira e pai de uma filha. Já o motorista da S-10, Ronildo Tavares Leite, 32 anos, saiu levemente ferido. Ele foi levado para o Hospital Regional de Urgência e Emergência de Campina Grande, onde foi medicado e passa bem.

Um soldado da Polícia Militar que estava no local, no momento do acidente, disse que viu tudo. Segundo disse, o acidente aconteceu devido a um veículo que cruzou no sentido mutirão, assustando o motorista do prefeito e levando-o a perder o controle do carro. O PM acha que o prefeito Sousa Bandeira vinha dormindo, porque o banco estava bastante declinado.

Um integrante da Polícia Rodoviária Federal, ao fazer uma avaliação do acidente, momentos depois do ocorrido, concorda com a informação do PM. Ele acha que o motorista acidentado vinha desenvolvendo uma velocidade não adequada para o momento, perdendo o controle quando tentou desviar seu carro do outro veículo que atravessou na pista.

O corpo do prefeito sertanejo foi levado para a Unidade de Medicina Legal de Campina Grande. No final da tarde de anteontem, foi transladado para Cajazeiras, em um avião cedido pelo empresário José Gonzaga Sobrinho(Deca), sendo velado em sua residência, na Rua Barão do Rio Branco, até às dez horas da manhã de ontem. Em seguida, foi levado para Cachoeira dos Índios, ficando exposto à visitação até a hora do sepultamento.

Autoridades políticas da região e do estado e muitos populares lotaram as dependências do Ginásio de Esportes de Cachoeira dos Índios, onde o corpo foi velado. Por volta das 17 horas, aconteceu o sepultamento no cemitério local, com a presença do sub-chefe da Casa Civil do Governo do Estado, ex-deputado Antonio Ivo, que representou o governador Cássio Cunha Lima, deputados, prefeitos, vereadores, entre outras lideranças políticas, além de um grande número de amigos do prefeito falecido. A cidade parou para o sepultamento de Sousa Bandeira.

 

Novo prefeito – Há seis meses da eleição direta para a escolha do sucessor de Sousa Bandeira, o município de Cachoeira dos Índios, já tem novo prefeito. O presidente da Câmara Municipal, vereador Francisco Dantas Ricarte(Bodinho), assumiu o cargo, já que o vice-prefeito Francisco de Sousa Lino(Chico de Lino), morreu em junho do ano passado, também vítima de acidente automobilístico. Pela Constituição, Bodinho tem 30 dias para convocar eleição indireta. Nesse período, a Câmara Municipal terá que eleger prefeito e vice para um mandato tampão até o próximo dia 31 de dezembro deste ano.

Nos meios políticos, já se comenta que o próprio Bodinho deverá concorrer a essa eleição indireta, tornando-se definitivo no cargo, e ainda, ganhando condições legais de concorrer à reeleição no pleito direto do próximo dia 03 de outubro. Nesse caso, também abre-se uma nova vaga na Câmara Municipal, que deverá ser ocupado pelo primeiro suplente de vereador, na coligação partidária que elegeu Bodinho.

GAZETA DO ALTO PIRANHAS - ED. 277 (2 A 8/4/2004)

SOBRE Gazeta do Alto Piranhas

2 COMENTÁRIOS

  1. Ranielton

    Olá! Gostaria, se possível, ter acesso a outras reportagens que se relacionam com essa. Como por exemplo, a morte do vice- prefeito Chico de Lino, e até mesmo reportagens que trataram a posterior, esses dois acidentes atrelados a uma estátua do padre Cícero, presente na cidade. Essas informações serão de extrema importância, para que possa desenvolver uma pesquisa da faculdade.
    Desde já agradeço qualquer contato!
    Att,
    Ranielton D. Araújo.
    Abraço!

  2. Christiano Moura

    Todo esse material está disponível nas páginas do Gazeta do Alto Piranhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *